Artigos

Lucky 13: Como se diz repolho em checo?

Toda esta aventura serviu para percebermos o quão fortes podemos ser, mesmo quando nada apontava que conseguíssemos disputar os jogos em casa contra equipas que são profissionais.

Para nós as competições europeias terminaram nesta fase de grupos, mas tudo o que aconteceu nesta “viagem” já ninguém nos tira. Fiquei de vos contar a nossa última deslocação. Estão preparados?

Mais uma terça-feira, treino até às 22 horas, partida às 2 da manhã. (Quem corre por gosto não cansa!) Chegada a Praga às 11 horas, mais 45 minutos de autocarro… ou não! Até Praga tudo bem, mas a viagem de autocarro demorou o dobro do tempo!

“Ok não há problema”, pensei eu. Estou a morrer de fome. Pelo menos chegamos e comemos logo.

“Sr. Presidente, o que sugeriu para nos servirem?”
“Como vamos ficar no centro de alto rendimento da cidade, é comida típica durante os três dias.”

Foi aí que eu gelei e acreditem que não foi com a temperatura negativa que estava no exterior.
Não quero desvalorizar, de forma alguma, a comida que nos foi apresentada, mas temos que concordar que, para quem está habituada a comer uma bela cachupa e um bacalhau à brás do melhor, não se vai adaptar rapidamente a comer… repolho cru.

Minha gente, eu comi repolho cru com um molho XPTO que me sabia pela vida!

Havia mais coisas – é verdade -, mas não era bem o que estávamos habituadas e era difícil arriscar. Mas nem tudo foi mau, os crepes do pequeno-almoço eram espetaculares.

Não sou, de todo, a pessoa que acha que o importante é apenas participar, mas acho bastante importante tirarmos ilações das vitórias e das derrotas. O jogo não pode ser deixado à mercê da sorte ou do azar. Acho sinceramente que toda esta aventura serviu para percebermos o quão fortes podemos ser, mesmo quando nada apontava que conseguíssemos disputar os jogos em casa contra equipas que são profissionais. Não só pelo tempo que conseguem dedicar à modalidade, assim como no que diz respeito às condições que dão às atletas.

Mais importante, provámos que, se todos tivermos as mesmas oportunidades para mostrarmos o que valemos, não precisamos de ir tão longe para encontrarmos jogadoras de topo.

Seguindo em frente, a Liga Feminina está ao rubro. Este ano a competição vai terminar com playoffs, a forma mais justa – penso eu. Felizmente as coisas estão a correr bem para nós, a equipa ainda não está completa, mas as nossas lesionadas estão de volta.

Na próxima vez que nos virmos por aqui já espero trazer outras novidades… As minhas rookies estão tramadas, porque agora temos mais tempo para as partidas e como seria a vida de uma rookie sem um biscoito da Pepinha (a minha cadela) a fazer de bolachas? 😀

No próximo mês terão entrada VIP para o nosso jogo do amigo secreto e todas as peripécias do nosso balneário.

Até lá, bons jogos a todos!

por MÁRCIA COSTA