Artigos

O que podemos esperar dos playoffs da NBA?

Que equipa com pior «seed» pode vencer na primeira ronda? Que equipas chegam às finais de conferência e às Finais da NBA? E já agora, quem vai vencer os seis prémios individuais da temporada? Colocámos estas e outras perguntas a nove especialistas sobre NBA.

 

Que equipa com pior ‘seed’ no confronto directo pode vencer na primeira ronda, e porquê?

Guilherme Matos: Os Utah Jazz podem bater os Oklahoma City Thunder. Apesar de terem terminado na 4.ª posição do Oeste, os Thunder terminaram a época com um recorde igual ao dos Jazz e os problemas que a equipa de Oklahoma apresentou ao longo da época regular devem persistir nos playoffs. Por outro lado, Quin Snyder leva larga vantagem sobre Billy Donovan, factor decisivo em contexto de playoff.
Hélder Santos: San Antonio. Os Spurs são uma caixinha de surpresas e, com a experiência que têm, podem incomodar os Warriors. Sem Curry, fica mais difícil, e acredito que têm aqui uma oportunidade perfeita para afastarem os campeões em título. É verdade que também falta Leonard aos Spurs, mas quem tem Gregg Popovich e uma armada de classe e experiente pode fazer uma gracinha.
Joana Palminha: No Oeste, penso que as equipas com as melhores seeds têm salvaguarda para a próxima ronda: Rockets (1º), Warriors (2º), Blazers (3º) e Thunder (4º). A experiência de Play-Offs e os match-ups antecipados vão fazer a diferença, e só mesmo no caso dos Thunder é que o quadro pode inverter, tendo em conta a sequência dos Jazz (5º) desde o All-Star Game. É preciso é que o “Big Three” de Oklahoma acorde. Já no Este o quadro é muito mais difuso. Os Raptors vão ter tarefa complicada com os Wizards (e se perdem o primeiro jogo…) e os Celtics estão esticados até à última. Assim, acho que Toronto (1º) e Boston (2º) podem ficar pelo caminho contra Washington (8º) e Milwaukee (7º).
Leonel Lopes Gomes: Milwaukee Bucks. A equipa está cada vez mais oleada e fase à onda de lesões que assolou os Boston Celtics – será sina? -, podem surpreender. E com o Greek Freak ao seu nível habitual, o seed pouco poderá valer aos Celtics.
Lídia Paralta Gomes: Ora, eu acho que os Heat (6) podem muito bem fazer uma gracinha. Os Sixers são uma equipa muito engraçada e acho que são favoritos, mas também são muito miúdos e isto do playoff é uma coisa nova para quase todos eles. Vamos lá ver como aguentam a pressão dos jogos a eliminar. Já os Heat, não tendo estrelas, têm jogadores tarimbados e têm treinador. Acho que podem ganhar a série, sem dúvida.
Márcio Martins: Heat. Ganharam os últimos dois encontros entre estas duas equipas. E têm no banco um dos melhores estrategas da liga. E são um grupo resiliente e lutador. E os playoffs são diferentes da temporada regular. Os Sixers têm veteranos no plantel, mas as suas estrelas são rookies nestas andanças (alguns são mesmo rookies, em todas as andanças) e nada substitui a experiência própria. E isso pode fazer diferença nesta fase.
Nuno Aguiar: Há bons candidatos. Acho que aqueles que têm mais hipóteses são os Bucks, que vão apanhar uns Celtics muribundos na primeira ronda. É verdade que é uma equipa que não comete erros parvos e defende bem, mas nos playoffs as estrelas fazem a diferença e Milwaukee tem um dos cinco melhores jogadores desta época. Outros bons candidatos a passar são os Wizards (parece que ouço daqui a cidade de Toronto a tremer colectivamente) e os Pelicans, que acho que são capazes de levar a série a sete jogos.
Rui Silva: Washington Wizards. É uma equipa com um talento abundante e no início da época esperava-se muito mais. John Wall está de volta e os problemas de química devem ser ultrapassados nos playoffs. Os Raptors, com uma nuvem negra cada vez mais densa nas fases decisivas, devem estar a sentir que saiu o pior adversário possível.
Tiago Fonseca: A acontecer alguma surpresa, acho que há maior probabilidade de acontecer no confronto entre os Oklahoma City Thunder e os Utah Jazz. Se defesa dos Jazz foi consistente a época toda (muito melhor obviamente quando o Gobert regressou de lesão), imagine-se num confronto de playoffs onde tens mais tempo para estudar e adaptares-te ao teu adversário. Se a defesa dos Jazz se superar, um ou dois jogos frustrados do Westbrook podem ser fatais para o desfecho da série.

 

Previsões para finais de conferência, Finais (em quantos jogos?) e MVP das Finais?

GM: No Este acho possível termos uns 76ers vs. Cavaliers, no Oeste defrontam-se Rockets e Warriors. As finais serão uma reedição das do ano passado (4-1) com Kevin Durant a repetir a dose.
HS: Se Golden State superar San Antonio acredito que irá estar na final. Mas aposto numa final de conferência Oeste entre Houston e San Antonio. No Este, entre Cleveland e Philadelphia, pois Boston, com tantas lesões, muito dificilmente irá sobreviver. A final da NBA prevejo que seja entre Houston e Cleveland. MVP das finais, aposto em Chris Paul. É esse o meu palpite antes do começo dos playoff. Mas o mais certo é Golden State ficar a rir por último.
JP: No Este, antecipo umas finais de conferência entre Cavaliers e Sixers. LeBron James em modo “beast” vai levar a “nova” equipa a esta fase e, assim, vamos ter “Process vs. Work-in-Progress”. Em 6 jogos por causa do regresso do Embiid. 🙂 No Oeste, vejo Rockets e Warriors a levarem uma série a 7 jogos. Mas isto se a equipa de Golden State sair da modorra mental das últimas exibições. Seja como for, acho que é desta que os Rockets chegam às Finais – a não ser o “milagre” Curry mude tudo, mas penso que não. Para as Finais: Rockets vs. Cavaliers. 6 jogos, com vitória para Houston. LeBron poderia ser o MVP, mesmo na equipa perdedora, mas a força coletiva dos texanos perante uma lenda viva com tantos jogos nas pernas (todos) inclina-me para dar o título a Houston. E, assim, James Harden poderá fazer a “dobradinha”: MVP da fase regular e das Finais.
LLG: Na conferência Este aposto numa final entre Cleveland Cavaliers e Philadelphia 76ers. Com os Cavs a vencerem no jogo sete com um triplo do Calderón nos segundos finais. A Oeste, a final mais desejada entre os campeões Golden State Warriors e os Houston Rockets, melhor equipa da fase regular. Será um embate renhido e creio que o fator experiência poderá ajudar Curry, Thompson, Durant e companhia.
Para a final, mais do mesmo, Cavs e Warriors. LeBron é o rei mas a melhor equipa acabará por sair na mó de cima, ou seja aposta na revalidação do título por parte deles e também num Durant MVP.
LPG: Vou responder a esta pergunta numa perspectiva de que o Curry recupera. Assim, finais de conferência : Celtics-Cavs e Rockets-Warriors. Com Curry, final Cavs-Warriors (1-4). Sem Curry, Cavs-Rockets (2-4). MVP: Durant para a hipótese 1, Harden para a hipótese 2.
MM: Warriors x Rockets 2-4. Raptors x Sixers 4-2. Rockets x Raptors 4-1. MVP: Chris Paul.
NA: No Oeste, acho que as finais de conferência serão Houston vs. Golden State. No Este, aposto em Cleveland e Philadelphia. Estou tentando a escolher os 76ers para passar, mas não estou preparado para desistir do LeBron. No Oeste, neste momento acho que é uma moeda ao ar. Gostava de ver primeiro um jogo dos Warriors nos playoffs, mas continuo a apostar neles. Ambas as finais de conferência podem ir a sete jogos. As Finais serão resolvidas em 6 jogos e ganha a equipa do Oeste (qualquer que ela seja). No meu cenário em que passam GSW e Cavs, aposto em Durant para MVP das Finais.
RS: Rockets-Warriors numa perspetiva muito minimalista e anulando qualquer hipótese de surpresa e Cavaliers-Celtics com LeBron James e Brad Stevens a fazerem a diferença nas duas primeiras rondas. Por muito que fosse bom fugir a mais uma reedição, parece que estamos a caminhar para mais um título dos Warriors sobre os Cavs, desta feita em quatro jogos, e com Durant a ser o MVP.
TF: No que diz respeito às finais de conferência acho que, no Oeste, não deve haver surpresas. Espero ver uma final de conferência entre os Houston Rockets e os Golden State Warriors. Primeiro seed contra o segundo. No Este a conversa deve ser outra e acredito que possamos ver um surpreendente LeBron James vs. Ben Simmons, Cavs vs. Sixers. Se estas previsões forem acertadas, então acho que podíamos ter novamente umas Finais da NBA entre Warriors vs. Cavs.

 

Quem vai vencer os seis prémios individuais (MVP, ROY, COY, MIP, DPOY, 6th) da temporada?

GM: MVP: James Harden, ROY: Ben Simmons, COY: Dwane Casey, MIP: Victor Oladipo, DPOY: Rudy Gobert, 6th: Lou Williams
HS: Prémio de MVP da fase regular: Iria atribuir a James Harden, mas depois de ver e saber que Russell Westbrook terminou a fase regular com média de triplo duplo, tenho de ser justo e nomear o base de Oklahoma como MVP pelo segundo ano consecutivo; Rookie do ano, claramente Ben Simmons; Defensor do ano: Kevin Durant. Melhorou muito nesse capítulo este ano, basta ver, por exemplo, a quantidade de abafos ao longo da época; Difícil escolher apenas um jogador que mais evoluiu. Tenho um pódio composto por Covington, Oladipo e Jokic. Durante grande parte da temporada pensei em dar o prémio a Oladipo, mas tenho de destacar Jokic que, de ano para ano, apresenta número incríveis e os vários triplos duplos ao longo da época provam isso mesmo; Treinador do ano: Brad Stevens. O homem até faz belas omeletes sem ovos. É, de facto, um treinador acima da média; Sexto homem: Lou Williams. Pensei em Eric Gordon, mas prefiro Lou Williams esta época.
JP: MVP: James Harden, ROY: Ben Simmons, COY: Dwane Casey, MIP: Clint Capela – só para não dizer Oladipo, DPOY: Rudy Gobert, 6th: Lou Williams
LLG: MVP: James Harden; ROY: Ben Simmons; COY: Mike D’Antoni; MIP: Victor Oladipo; DPOY: Anthony Davis; 6th: Lou Williams.
LPG: MVP: LeBron, ROY: Simmons, COY: Dwane Casey, MIP: Victor Oladipo, DPOY: Boban (brincadeira, é o Anthony Davis), 6th: Lou Williams.
MM: MVP: James Harden, ROY: Ben Simmons, COY: Quin Snyder, MIP: Victor Oladipo, DPOY: Rudy Gobert, 6th: Lou Williams.
NA: MVP: Harden, ROY: Simmons, COY: Stevens (mas devia ser o Casey), MIP: Oladipo, DPOY: Gobert, 6th man: Lou Williams.
RS: MVP: James Harden, ROY: Ben Simmons, COY: Dwane Casey, MIP: Victor Oladipo, DPOY: Rudy Gobert , 6th: Lou Williams.
TF: MVP: James Harden, ROY: Ben Simmons, COY: Acho que vai ganhar o Casey, mas daria ao Snyder, MIP: Victor Oladipo, DPOY: Rudy Gobert, 6th: Lou Williams.

 

Que prémio individual inventavas esta época e a quem o entregavas?

GM: Inventar, não inventava, mas daria o Co-Rookie of The Year ao Donovan Mitchell. Ben Simmons merece a distinção, contudo leva vantagem sobre o “verdadeiro” rookie depois de uma temporada “à experiência”, onde fez tudo o que há para fazer menos entrar em campo de forma oficial. O Co-Rookie of The Year seria a minha invenção.
HS: Prémio de melhor Trash Talking: Draymond Green. O homem precisa de ser reconhecido em várias frentes e nessa tem sido dos melhores nos últimos anos. Consegue, por vezes, enervar os adversários e ganhar vantagem com isso. De certeza, que o meu amigo Ricardo Brito Reis aprova esta nomeação 🙂
JP: Fon3S (até pela sigla – Fouls on Triple Shots): James Harden; TOY (Troll Of the Year): Joel Embiid – um jogador feito para a era das redes sociais, dentro e fora de campo. 🙂
LLG: Equipa com o pavilhão mais ruidoso na NBA. Entregava o prémio aos Philadelphia 76ers, trust the process.
LPG: Melhores redes sociais: Joel Embiid.
MM: Abraço Solidário, para Frank Vogel, como consolação por ter arruinado a carreira em Orlando.
NA: Prémio “Gostava Tanto de Te Ver nos Playoffs”. Vencedor: Jokic (Na realidade, eu votaria no Kuzma).
RS: Prémio “Vai ser tão bom não foi?” a Gordon Hayward
TF: Eu criava o MOY – Mascot of the Year, mas depois entregava-o ao Lance Stephenson.

Leave a Reply