Sobre

Ricardo Brito Reis é jornalista desde 2004, ano em que iniciou a sua actividade na Rádio Nova Antena e onde se manteve até 2007. Pelo meio, foi co-fundador do site Ressalto.com, o primeiro site português exclusivamente dedicado ao basquetebol. Depois de uma passagem de um ano pela extinta Liga de Clubes de Basquetebol como assessor de Comunicação, passou a colaborar com o jornal A Bola a partir de 2008.

Em Novembro de 2014, trocou a imprensa pela televisão e estreou-se como comentador de basquetebol na Sport TV. Já comentou jogos da NBA, WNBA, FIBA EuroBasket, Euroleague, EuroCup e Basketball Champions League, entre outras competições, e é a voz do magazine NBA Action no mesmo canal.

Desde 2016, acumula os comentários televisivos com as funções de assessor de imprensa e gestor de conteúdos e redes sociais da Federação Portuguesa de Basquetebol. Pela FPB, já desempenhou funções de Press Officer de vários eventos nacionais e internacionais de basquetebol, como Campeonatos da Europa e Campeonatos do Mundo da FIBA e é o Host do projeto Jr. NBA Portugal, em parceria com a NBA.

Escreve regularmente sobre NBA para o Sapo24 e é co-autor do podcast Bola ao Ar, produzido pela MadreMedia para o Sapo24. Foi co-autor do primeiro podcast sobre NBA em Portugal, o MVP, e conta com participações em publicações de referência como Expresso, Diário de Notícias, Jornal Económico, Observador, A Bola, entre outras. É, também, co-organizador do evento All-Star Movie Night, que anualmente enche salas de cinema do Centro Comercial Alegro de Alfragide para a transmissão do NBA All-Star Weekend.

Para além da Licenciatura em Ciências da Comunicação, na vertente de Jornalismo, soma várias ações de formação no CenJor – Centro Protocolar de Formação Profissional para Jornalistas: atelier de Rádio, atelier de Televisão, iniciação à fotografia, fotografia digital, iluminação fotográfica, composição fotográfica, jornalismo de investigação e criação de podcasts.

Foi, ainda, treinador de formação de basquetebol – tem o Grau II da Escola Nacional de Basquetebol – e conta com passagens por clubes como Odivelas Basket, Atlético Clube de Portugal, Núcleo de Basquetebol de Queluz e Sport Algés e Dafundo.