Artigos

Ball don’t lie: Super Ja

Ja Morant, base dos Memphis Grizzlies, tem impressionado nas últimas semanas. O jogador de 22 anos tem jogado a um nível MVP e o seu atleticismo tem levantado algumas suspeitas. Fomos investigar.

“Ja Morant não é deste planeta!” dizem amiúde alguns comentadores, durante as transmissões dos jogos dos Grizzlies. Pois não, não é! Conseguimos falar com o Super-Homem, que assistia na bancada, disfarçado de Homem-Aranha, ao jogo frente aos Lakers, e que nos revelou a verdadeira origem de Ja: “Sim, Picho, eu lembro-me de ver o Ja por lá, em Krypton, quando era puto. O nome dele é Ja-El e o pai era o Edmundo-El, que tinha uma roulotte de farturas, na Travessa do Zarolho, perto do cruzamento para o planeta Zork. O gajo sempre foi diferente de nós, que éramos sensíveis à kriptonite; ele não. Ele só era sensível aos encantos da Cheila-El, uma striper do planeta Carmox, que tinha 4 olhos e 6 mamas, mas isso agora também não interessa.”

Posto isto, suspeitámos que a única substância que o poderia abrandar seria a LeBronite, substância expelida pelo corpo de LeBron James, durante os jogos, que tende a enfraquecer os adversários. Mas não, nem isso. Nem LeBron, nem LeBronite, nem nada, como veio aliás a comprovar o seu desempenho, na globalidade, e aquele desarme de lançamento em voo, em particular, candidato a desarme de lançamento do ano.

Ja Morant não é deste planeta!

Voa Neemias!

Neemias Queta, poste português dos Sacramento Kings – sabiam? – e o maior responsável pelas olheiras de milhões de portugueses, tem sido mais utilizado, nos últimos jogos dos Kings, por força das ausências (por lesão e por estarem nos protocolos de saúde e segurança da liga) dos colegas de equipa que atuam naquela posição.

Mas, antes disto, Neemias andou a colecionar (muitas) milhas aéreas entre os jogos dos Stockton Kings e dos Sacramento Kings, vice-versa, ao contrário e não sei quê, com direito a passagens várias por Badajoz, para abastecer o jacto privado, que a gasolina lá continua a ser mais barata e os caramelos são bons.

Tendo isto em mente, decidimos falar com aquele gajo careca, que manda na NBA, para lhe propor um “negócio”. Eis a resposta, que recebemos prontamente, ainda antes de lhe enviarmos o email: “Caros gajos do Borracha Laranja, decidi aceder ao vosso pedido e, assim sendo, vamos converter as milhas que o Neemias colecionou nas últimas semanas e todas as palmas que bateu aos colegas, nos jogos que passou sentado no banco, em votos para o All-Star Game. Beijinhos, Adam. PS: Já subscrevi a Newsletter. É do c@#$%!”

Pois bem, “noves fora”, é quase certo que o Neemias fará parte do frontcourt do Oeste, finda a fase de votação dos fãs.

Não têm de quê!

por PICHO TENICHEIRO (texto e imagens) [@PichoTenicheiro]

Leave a Reply